segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

EP "Cantares de José Afonso" - 1964 - 1ª edição censurada

Sobre este disco:

"Capa do EP CANTARES DE JOSÉ AFONSO. Lisboa: Columbia, E16 40023, 1964, 1.ª edição censurada e retirada de circulação. O pretexto foi a fotografia a preto e branco realizada por Eduardo Varela Pécurto, um dos habitués de A Brasileira, por sugestão e direta orientação de Rocha Pato que preparou um cenário marcado pelo quotidiano humilde de crianças que à época habitavam nuns casebres de madeira junto ao Choupal de Mondego. Um discurso desalinhado, que em tom de denúncia mostrava o que os bilhetes postais tentavam esconder."

Fim de citação

Teria sido mesmo a capa o motivo para a censura do disco ou haveria outra razão para que o lápis azul tivesse funcionado?

Feita a pesquisa, verifiquei que foi o tema "Ó Vila de Olhão" e não a capa o motivo da censura desta 1ª edição, e pelas seguintes razões:

Nesta foto, no disco que estava no arquivo de uma estação de rádio, a faixa "Ó Vila de Olhão" está com lápis azul e riscada com um prego. Se só essa faixa estava riscada com um prego é sinal que as outras três faixas podiam ser tocadas. A capa está intocável, sem o famoso lápis azul, logo não está censurada.



Em 1969, na 2ª edição deste EP, a faixa é substituída por uma versão instrumental interpretada pelo "conjunto de guitarras de Jorge Fontes".


Este vídeo confirma o atrás exposto.



... e o tema censurado.

Sem comentários:

Enviar um comentário